16/12/2013

Super Junior: EunHae

às segunda-feira, dezembro 16, 2013
Reações: 
0 comentários
Couple mais sexy do KPOP, pfvr...


Dois homens são lindos, gostosos e até agora não sabemos quem é o Seme e o Uke da relação. kkkkkkk


Um não vive sem o outro, e nós fãs rezamos aos céus para que isso seja verdade.


O lance deles é tão complexo, que eles tem um sub-grupo só deles, show né?


Vão lançar um novo MV daqui a alguns dias (ansiosa)

Still You


Outros MVs do Couple:

Oppa Oppa


I Wanna Dance


Facts:
Mesma blusa / é real

- DongHae disse que os mais agradáveis ​​lábios entre os membros do SJ é do EunHyuk quando acorda.

-  DongHae tem ciúmes do EunHyuk com os outros membros.

- DongHae fica chateado quando EunHyuk não fala com ele.

- LeeTeuk sempre brincou com o fato do DongHae roncar e o EunHyuk não se importar com o rouco alto de DongHae.

- DongHae adora provocar e abusar de EunHyuk, Hyuk apenas o ignora, o que faz DongHae provoca-lo ainda mais.

- DongHae Fingia que ia acordar HyukJae, mas abraçava-o por trás e depois eram encontrados dormindo juntos.

- HyukJae diz que DongHae é sua namorada. (Então tá né...)

- MC perguntou se podia beijar Donghae, Eunhyuk negou e disse que "os lábios de Donghae pertence a mim!”

- Eunhyuk conversou com MC e não dava atenção para Donghae então ele disse: "Você pode me ouvir." (Ciúmes...)

- Hyuk: Você continua levando tudo para longe de mim! Hae: Eu nunca me levei para longe de você!

 - Eunhyuk disse que durante a prática, quando ele está cansado, ele só tem que tocar em Donghae para se sentir energizado, mais uma vez.

 - Donghae sempre esta perto de Eunhyuk quando estão no mesmo show.

 - Donghae sempre sorri quando vê banners EunHae.

 - Donghae coloca uma foto  da mãe de Eunhyuk em sua carteira.

 - Pai Eunhyuk é shipper EunHae.

Eunhyuk diz que DongHae é seu namorado





Links:


12/12/2013

Pornograph?

às quinta-feira, dezembro 12, 2013
Reações: 
0 comentários
Gostaria de saber por que homens podem ver pornografia e mulheres não?

Geralmente, os próprios pais incentivam os filhos no período da adolescência a assistirem um filme adulto, como se fosse uma afirmativa à sua sexualidade (Hello, sec. 21). Porém, se meninas tiverem a curiosidade sobre o gênero, devem só aceitar o fato de não ver, ou até assistir escondido. Triste isso.
Mesmo com a falta grotesca de conteúdo, filmes adultos representam nada mais nada menos que algo tão natural quanto respirar. Todos fazem e precisam desse ato para garantir o futuro da espécie. Não é?!
**Homens: SIM, as mulheres também se divertem com essa arte! E se sentem tão bem quanto.**
Mulher não vive só de romantismo. O quão exclusivo vocês se acham para pensar que nós só gostamos de coisas delicadas e doces. Claro, tudo é questão de vontade. Assim como eu não gosto de filmes de drama, muitos homens/mulheres podem não gostar de pornô (Uns até repudiam e acham que isso é coisa demôniaca). Tudo varia de pessoa a pessoa.
Contudo somos mais sensíveis nesse ponto, nem todas se animam com aquelas cenas repetitivas e sem tchan. A indústria pornográfica é e sempre foi voltada ao prazer do homem, que convenhamos se animam com poucas coisas. Talvez se depois de um tempo a audiência do povo feminino aumentar, esse gênero enriqueça. Creio que os homens não ficaram nem um pouco alegres com isso. Só lamento.

Amigas, não tenham medo, assistir esse tipo de filme não é errado. Amigos pensem comigo... Se elas aprenderem vendo, a sua vida será melhor.

Vídeos interessantes sobre (opniões diferentes, ok?):








Vamos respeitar a opnião de cada um! ;-)
Você poderá gostar de... Link: http://vidaeestilo.terra.com.br/

07/12/2013

Tabu ou não: Virgindade

às sábado, dezembro 07, 2013
Reações: 
0 comentários
Estou chocada com algumas coisas... Quando que “ser virgem” é um empecilho, ou até um motivo para sofrer bullying? Uns meses atrás eu estava na sala de aula com um grupo de colegas, um deles em torno dos seus 17 anos falou que era virgem ainda (nunca fez sexo), todas as meninas do grupo exceto eu, ficaram assustadas e com cara de “Não acredito nisso”!

STOP!!! Há uns sete anos atrás (no minha época de criança/adolescência) se uma menina/menino não era virgem era discriminada/o e era  algo “feio” para uma “criança” fazer... Eu fui abduzida e/ou dormi durante esses sete anos, e acordei em um “novo mundo”?

Uns dias atrás uma amiga minha, discutiu com um colega e só sei que ele veio com essa conversa: Garota recalcada, BV, nunca namorou rsrsrsrs'”.

**BV (Boca Virgem)

STOP AGAIN!!! Só por que ela nunca namorou, merece ser desmerecida por causa disso?

Virgindade é algo sério, mostra que você ainda não experimentou algo novo (tanto faz beijo, ou sexo). Não é para se fazer com qualquer um ou a qualquer momento. Tudo tem seu momento certo, não importa se você tem 15 ou 25 anos.

Será que o sexo em si, se tornou uma coisa tão popular assim, a ponto de crianças de 10 anos que mal saíram das fraldas, andarem livremente falando de algo tão adulto? Posso estar sendo careta de mais, porém raciocina comigo... E a infância? E as brincadeiras sem malícia? Onde ficaram isso tudo? Tudo tem seu tempo?!

Sexo é coisa de maturidade. Devemos ter a consciência que tudo não é só prazer, é saúde também. Existem riscos, como doenças e o pior, colocar mais uma vida no mundo. O acompanhamento dos pais e de um médico é sempre bom (mesmo que seja vergonhoso.).

A virgindade em si não é mais um tabu, ok ok! Isso é bom, conscientiza a população para algo que é natural do ser humano, contudo os pais/responsáveis estão conversando com seus filhos? Informando os prós e contras? Lembre que todos já foram inexperientes um dia, aliás, a cada dia aprendemos algo novo e surpreendente, não?

E você caso ainda seja, assume e não tenha vergonha. Creio eu que ainda existem muitos por aí. Não tenha pressa. Caso tenha dúvidas, procure por livros, na internet e médicos... Nenhum desses meios irão te julgar pela sua dúvida!


Achei em um site algumas dúvidas que podem aparecer (meninas fiquem de olho):
- É verdade que não se pode engravidar na primeira vez?
MITO! Se a garota estiver no período fértil pode engravidar, sim.
- O corpo da garota vai mudar depois da primeira vez?
MITO! Isso não acontece.
- Tem como o garoto saber que ela não é virgem se ela não contar?
Não, não tem! Até para um médico é difícil saber se houve ruptura do hímen.
- Existe idade certa para começar a transar?
Não! O momento certo é quando a menina resolve que quer transar.
- Se a garota só faz sexo oral ainda é virgem?
Depende. Do ponto de vista físico sim, mas psicologicamente já entrou em contato com o sexo, com a intimidade que ele traz.

Caso chegue a sua hora à Use camisinha sempre! Insista caso o parceiro não queira!

Consultoria: Dra. Carolina Ambrogini, médica ginecologista, obstetra e sexóloga.

(Matéria completa em: http://todateen.uol.com.br)

Matéria de ~Gi McLean

Links:
Vídeo sobre: Desabafos de um Virgem

05/12/2013

O que acho sobre a saga Harry Potter...

às quinta-feira, dezembro 05, 2013
Reações: 
0 comentários
Poderia ser um filme qualquer, uma saga que virasse modinha na cabeça da juventude, e como tudo na vida, iria ser esquecida pelo tempo; porém ‘Harry Potter’ e seu mundo mágico vieram a provar que não.

Na época, assim que foi lançado o primeiro filme pude perceber a magnitude do que estava acontecendo, de fato não era uma história qualquer. No inicio, fez jus ao enredo. Nada menos que dois bruxos, devidamente caracterizados como tal, em uma rua sombria tomando decisões sobre o futuro de uma criança, cuja vida seria contada ao longo dos anos.

Soube mais tarde que toda magia interpretada nos filmes, era baseado nos livros. Interessante à surpresa que sentimos quando se é descoberto, que existe um complemento, um adicional na história. O mais importante era a constante procura do menino por resposta. Resposta essa, de como sua vida tinha se tornado tão amargurada e sem fundamento. E por um passe de mágica, tudo aquilo que acreditava ser era mentira.

Era o inicio de uma nova era, não só para o menino que vivia debaixo da escada, mas para todos aqueles que estavam se encantando pelo enredo. No meu caso, enquanto todos estavam vibrando com as conquistas do menino sobre o mal, e suas vitórias contra aquele que não deve ser nomeado, cujo poder havia destruído seu destino, estava fascinada como o rancor e a busca por domínio pode ressuscitar uma alma condenada.

Lord Voldemort, esse sim merece uma saga só para ele. Seu poder e sua ganância poderiam ter dominado o mundo da magia, mas sua obcessão por ser sempre o melhor o impediu de tal ato. De tal modo como todos no inicio é designado a uma casa, a uma família onde características são compartilhadas, pude escolher por conta própria ser da Slytherin (Sonserina).

Não, não somos maus, na verdade somos covardes, mas sempre temos uma diretriz, um projeto ou uma fascinação. Nem todos usam "magia negra" e devem ser odiados, por exemplo o Profº Snape que virou ídolo depois de tanta repulsa e ódio. 

Fãs da saga puderam aprender como enfrentar seus medos e encarar futuros adversários. Tudo isso não foi ‘só’ um livro/filme, foi e sempre será um estilo de vida.

Temos orgulho de vestir as cores de nossas casas e usar varinhas desafortunadas de magia, infelizmente. Com o fim da história, o personagem Harry Potter teve as respostas que tanto ansiava e o mal pagou pelos seus erros (infelizmente, nós sabemos que nem sempre o "bem" vence). O importante é que os fãs da saga continuem mantendo a história viva, com orgulho de ser Potterhead, mostrando ao mundo que isso é eterno. Fazendo com que a magia nunca acabe.

**Lembrando: Para ser fã, não é preciso ser uma enciclopédia. Basta gostar, seguir, defender e nunca esquecer. #FicaaDica


~Gi McLean

27/11/2013

Ser ou não ser KPOPPER?

às quarta-feira, novembro 27, 2013
Reações: 
0 comentários
Eu sempre tive blog na minha vida, e sempre fui fã. Não tem um momento que eu não tenha gostado de alguma coisa. Bom, há um pouco mais de um ano, eu conheci esse ‘novo mundo’ chamado Coreia do Sul. Foi assim, do nada.

Como eu sempre amei Boy Bands resolvi procurar mais sobre bandas que fugissem da linha "American Way". A primeira coisa que pareceu no Tio Google foi? Super Junior.
A minha cara vendo Sexy, Free and Single (do SuJu) foi tipo: “What?” “Não tem muita gente aí não?” “Eles se parecem d+” “Uau”...  Aí o SungMin pareceu, foi tipo paixão a primeira vista. Eta menino fofo. (Tenho uma queda por meninos que parecem meninas). ~link do vídeo

Chega de enrolação! Fui pesquisar e entrar em sites para saber o que era aquilo tudo que chamavam de KPOP, K-World. Imaginem a minha cara de confusa quando me perguntaram quem era o meu Ultimate, ou até qual era o Fandom que eu fazia parte...

Meu ultimate afeminado
  • Ultimate = Aquele carinha que é o seu preferido, é o THE BEST, seu amor dentre todos os seus bias;
  • Bias = O carinha que você acha super maneiro e legal. Você pode ter vários, até a banda toda. Se você gosta dele e sabe coisas sobre ele, pode ser seu bias;
  • Fandom = É o nome das fãs da banda. Ex: Super Junior – ELFs (são as fãs do SuJu).



Vou esclarecer algumas dúvidas aqui:
  • Couples = Casais.

Mas Gi, nas bandas de meninos? SIM!
É supernormal e fofo ter dois meninos (meninas, nos girls groups), se abraçando, dançando juntos, fazendo carinho, tirando a blusa um do outro, se esfregando, por aí vai... Você vai se acostumar com isso, pode crer.



  • O que é muito comum também são as fanfics.

O que são fanfics? Histórias criadas por fãs, onde os personagens são os ídolos. Histórias meio loucas, porém é muito bom de ler. Os couples estão inseridos aqui também, muitos das histórias são sobre eles.
Sites de FanFics:
  • Yaoi e Yuri?

Yaoi é o relacionamento homossexual entre dois homens. Lemons à cenas picantes, que contem erotismo.
Yuri, a mesma coisa, só que com duas mulheres. Orange à cenas picantes, que contem erotismo.

  • Uke e Seme?

Uke = passivo, fofo, envergonhado, o que fica por baixo (é o que recebe).

Exemplo:
Olha que coisa estrupável... (com todo o respeito)

Seme = ativo, macho’, sério, o que fica por cima (é o que dá).

Exemplo:



Saindo dessa parte pecaminosa, ashuahsuahsua’

  • É comum ter brigas entre fandoms. Palhaçada.
  • É comum rejeitarem algum integrante novo. Palhaçada².
  • MV são os clipes.
  • PV são os clipes (só que no Japão).
  • Se ele ficam um bom tempo sem lançar CDs/MVs, quando retornam fazem um 'Comeback" (Isso é bem comum).

  • Existem doramas (dramas)

Trazendo para o nosso mundo, são séries/novelas de poucos episódios (por volta dos 20 ep), e existem muitos fansubs que legendam (para nossa alegria). Muitos K-ídols participam dos dramas, isso é bom!
- as meninas dos dramas são meio lerdinhas para o nosso padrão, se acostumem.



Expressões:

  • Unnie: Irmã mais velha
  • Noona: É usado pelos meninos para chamar uma menina mais velha.
  • Oppa:  Meninas chamando um irmão mais velho.
  • Hyung: meninos chamando os irmãos mais velhos.
  • Sunbae: É alguém de um nível superior. Estuda em um nível acima, por exemplo.
  • Ahjumma:  Senhora.
  • Ahjussi: Senhor.
  • Omo ou Aigoo: "Oh, meu Deus"/ “Oh My God”.

 MVs que você deve ver:

Super Junior - Sorry Sorry


Big Bang - Fantastic Baby


EXO - Growl



Nu'est - Face

Depois disso TUDO, eu até gosto de ser KPOPPER... Já não consigo viver sem, respiro e só falo disso, entãããão... ai ai

*Bom, se tiver mais alguma coisa para falar e eu esqueci... Bom, faço outro post.*

Links que você pode gostar:
Canais do YouTube

** Para ver as imagens em tamanho grande, é só clicar nelas.
*** Para ver os vídeos, clicar na parte escrita "YouTube" ou só maximizar a telinha.
**** Não curto muito Girl Groups (acho que deu para perceber)
ps: Me perdoem se eu falei besteira aqui...
ps²: Levem em conta a minha opnião!
:D

26/11/2013

Álbum Let’s Talk About Love do SeungRi

às terça-feira, novembro 26, 2013
Reações: 
0 comentários
Shisus, o que é esse álbum? 
As músicas viciam, o mocinho é um fofo e sexy e tem a participação de amigos dele da banda (Big Bang). Para quem não conhece, ou nunca ouviu sobre...

Nome: Lee Seung-hyun 
Data de nascimento: 12 de dezembro de 1990
Nome artístico: Seungri (significa vitória),
É cantor, dançarino, ator, produtor musical e compositor. 
Participa da banda Sul-Coreana Big Bang, com GD, TOP, Taeyang e Daesung. 


Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Big_Bang_(banda)


Fatos:
01- Dentre os músicos que ele admira, os principais são Justin Timberlake e Omarion. 
02- Ele é muito tímido e guarda muitas coisas apenas para ele mesmo. 
03- Para o maknae do grupo, ele é muito maduro. 
04 - Antes de ingressar no grupo, ele era membro de uma equipe de dança em Gwangju.


Vamos ao álbum:

Você pode baixar nesse site --> K2NBLOG.COM


"LET'S TALK ABOUT LOVE" TEASER SPOT 
(menino, não faz isso!!!)




GOTTA TALK TO U (MV)




Let's talk about love + Gotta talk to you (Live)



...Let’s talk about love? Let’s talk about “x”...


Links dessa matéria:

Filme - "Do Começo ao Fim"

às terça-feira, novembro 26, 2013
Reações: 
0 comentários
Bom, semana passada eu vi um filme muito bom e interessante. 

Conta uma história de amor um tanto incomum, o amor deles não pode ser questionado, pois são irmão. Porém o caminho que esse amor toma, é diferente. O amor fraternal passa a se transformar em carnal, mas não na adolescência quando os hormônios estão aflorando, e sim na infância mesmo com toda a inocência da idade.




Trailer:





Sinopse: 

Julieta (Julia Lemmertz) tem dois filhos com uma diferença de seis anos de idade, Francisco (Lucas Cotrim) e Thomás (Gabriel Kaufmann), e com maridos diferentes: Pedro (Jean-Pierre Noher) e Alexandre (Fabio Assunção). Os dois irmãos se tornam grandes amigos desde pequenos e, quando adultos, transformam esta amizade em algo mais profundo e polêmico.
(sinopse de: omelhordatelona)

Elenco:
  • Júlia Lemmertz 
  • Fábio Assunção 
  • Jean Pierre Noher 
  • Rafael Cardoso 
  • João Gabriel Vasconcellos 

--->Link para baixar:

Opnião: O cinema nacional está crescendo, e trazendo a realidade consigo. O espírito do filme é bem forte e original. Recomendo.


É um romance com temática homossexual e incestuosa, se não gosta ou não aceita, por favor não assistir.


Justin Timberlake no AMA 2013

às terça-feira, novembro 26, 2013
Reações: 
0 comentários
No ultimo final de semana, dia 24 de novembro o nosso querido JT participou do American Music Awards. 

Além de arrazar cantando 'Drink you Away' música do novo álbum, ganhou 3 prêmios - Artista Masculino Pop/Rock, Artista Soul/R&b, e Álbum Soul/R&B. 

Uau :-O


Link da apresentação: youtube

Vídeo:




Para quem ainda não sabe do retorno de Justin aos palcos, depois de mais de seis anos desde o lançamento do FutureSex/LoveSounds, janeiro de 2013, foi lançada a canção "Suit & Tie", depois veio dois CDs... Moço rápido ele.




Suit & Tie



03/09/2013

Momento #adorei

às terça-feira, setembro 03, 2013
Reações: 
0 comentários

21/08/2013

ENTREVISTA COM P9: A BOYBAND DO MOMENTO

às quarta-feira, agosto 21, 2013
Reações: 
0 comentários
Eles são lindos, jovens, talentosos e sonham alto. Igor, Michael, Jonathan e Guilherme são P9boyband brasileira que, se você ainda não conhece, tem que conhecer. 
Não fique achando que eles estão recém começando: os 4 garotos cariocas tem CD lançado, já tiveram música na novela das nove e dois clipes que bombam demais no Youtube. 

A banda passou pelo Kzuka e nós não podíamos deixar de bater um papo com eles. 
Na conversa, eles nos contaram como lidam com a rotina, com as comparações com oOne Direction e de planos para o futuro. 

Por vocês serem uma boyband, vocês são muito comparados com o One Direction. Isso não irrita, um pouco?
Igor - Não tem como ser uma coisa que enche o saco, porque é uma boa comparação. Apesar de tudo, eles são a melhor boyband do mundo, então ser comparado com uma coisa boa é uma coisa muito boa. É uma comparação muito saudável e a gente gosta, se sente honrado em ser comparado a melhor boyband do mundo.
Guilherme - Eu não acho eles melhores não, eles são a maior. Porque a melhor é a nossa! (risos) Pra mim, é! Aí depois, sim, vêm eles. Mas a gente super curte essas comparações.
Talvez role essa comparação por vocês serem divertidos, assim como o One Direction. Mas vocês têm um diferencial, de tocar mesmo, guitarra, violão... A música é uma coisa antiga na vida de vocês?
Michael - Claro! Eu canto desde que comecei a falar. Meus pais sempre me incentivaram, ganhei meu primeiro violão com sete anos. Já tive banda, já toquei em barzinho, em um monte de lugar... tá no sangue.
Jonathan - É, a música já vem nas nossas vidas desde cedo. A gente tem uma bagagem familiar muito grande, a mãe do Igor, por exemplo, é pianista, o pai do Michael toca violão, eu tinha um grupo na escola desde a 5º série... então a música sempre foi presente.
E sempre rolou esse sonho de ter uma banda?
Guilherme - Todos nós sempre tivemos o sonho de trabalhar com música. E acabou que a banda surgir fez com que a gente trabalhasse com o que a gente mais gosta.
Michael, você chegou a largar a facul pra viver de música, né?
Michael - Sim. Largar a faculdade não foi uma coisa tão difícil. Era o que eu queria fazer, porque eu estudava, mas, paralelamente, nos fins de semana, eu tocava... às vezes até faltava aula pra tocar. Então minha prioridade sempre foi a música.
E como a família de vocês lidou com o fato de vocês irem tentar a vida na música, numa banda?
Guilherme - Eles ficaram apreensivos, né, não sabiam se a proposta era séria, eles não sabiam que ia dar certo. Mas depois que eles viram que era uma coisa correta sim e legal, eles super me apoiaram e apóiam até hoje.
Igor - Minha mãe ficou muito apreensiva, até porque eu tive que parar minha vida toda por uma coisa que podia ser incerta. Mas mesmo quando seu sonho é incerto, você tem que ir.
Jonathan - É aquele ditado: quem é aventureiro não merece castigo.
Mas, além da família... e as namoradas? Foi complicado?
Igor - Pra mim, não! (risos)
Guilherme - Na verdade, quem namora na banda é o Michael e o Jonathan.
Michael - É. Claro que rolou uma preocupação, que ainda rola todo o dia, com tantas viagens e tal. Mas a gente trabalha pra ficar bem. A distância também complica, mas se tem que dar certo, tem que dar certo. E é você que faz dar certo. Não é a sua profissão que vai fazer acabar.
Vocês viajaram para os Estados Unidos para gravar o CD, como foi essa experiência?
Guilherme - Ah, foi inesquecível. Foi a melhor viagem da minha vida.
Igor - Foi muito louco. Foi um mês intenso de música. Não era para conhecer ponto turístico e passear. Era para conhecer os melhores estúdios da cidade, conhecer o melhor produtor dos Estados Unidos. Ver o melhor da música, aprender muito, ganhar muita cultura.
Jonathan - A gente cresceu muito musicalmente. A nossa bagagem veio muito grande. E fomos produzidos pelo Venus Brown, o cara que produziu o Justin Timberlake, Black Eyed Peas, Will.i.am... então, a gente ta crescendo muito com essa ajuda.
Guilherme - Foi irado. A gente foi pra lá e aprendeu mais da cultura deles. E a gente canta em inglês, né. Então foi ótimo, pois a gente absorveu melhor isso e apresentou melhor nosso trabalho.
E vocês já falavam inglês quando a banda começou?
Michael - Eu sim, sou neto de ingleses, minha irmã é australiana, então fui alfabetizado em português e inglês. O Igor é formado em inglês, e o Jonathan e o Guilherme falavam o básico e trabalharam, estudaram muito e hoje são fluentes.
E como é ser uma banda brasileira que canta em inglês?
Igor - É irado demais!  

Guilherme - É, e o legal é que a gente pode cantar tanto em inglês quanto em português. Eu sempre me imaginei cantando em inglês.
Michael - Sim, eu também! Sempre pensei que ia fazer sucesso cantando em inglês, mas parecia impossível, já que sou daqui.
Jonathan - E a gente tem muita influência internacional. Então você se imagina cantando como seus ídolos.
E esse lance de surfar, andar de skate... vocês curtem muito isso, né?
Igor - Nossa, sim. A gente adora. Eu tenho até uma cicatriz de uma vez que cai no longboard.
Jonathan - A gente faz de tudo um pouco. Desde luta, skate, surf...
Guilherme - Comigo é um pouco diferente. Eu não fazia nada disso antes de conhecer os meninos, mas aí como todos eles fazem, acabei entrando nessa também.
Igor - Mas no nosso último clipe, Love You in Those Jeans, que a gente gravou em uma fábrica de chocolates abandonada, o Michael manda uma manobra irada. No primeiro clipe também tinha, mas ele estava de costas, aí muita gente duvidou que fosse ele. Mas nesse último a gente fez questão de gravar de frente! Foi uma questão de honra. (risos) 

E vocês já tiveram até música numa novela das nove, e isso logo no começo da carreira. Como vocês lidaram com isso?
Igor - Nossa. Isso foi essencial para nossa carreira começar. A primeira referência que as pessoas têm da gente é a música My Favorite Girl, que tocava na novela.
Michael - Deu uma visibilidade muito grande pra gente.
E como foi se ouvir na novela pela primeira vez? Foi emocionante?
Igor - É inexplicável. Você se ouvir já é estranho. Na novela, então, no horário nobre, é um sonho.
Michael - E a gente não sabia que ia tocar! Foi de surpresa. Minha namorada e a mãe do Igor estavam assistindo, ai nos mandaram uma mensagem avisando. Mas a gente tava num hotel, jantando. Ninguém acreditou na hora. Quando a gente viu que era a nossa música mesmo... a gente pirou. Foi absurdo, não sei explicar o que a gente sentiu naquela hora.
Vocês bombam muito na internet. Como é o contato com os fãs pelas redes sociais?
Guilherme - Ah, é super tranqüilo. A gente procura estar sempre presente, responder, ficar próximo. Já que a distância não permite que a gente veja todos os fãs sempre, a internet ajuda bastante.
Igor - Cara, a gente já se acostumou com isso. No início da banda eram poucos fãs, então a gente se sentia muito especial respondendo a todos. O número foi subindo, complicou um pouco, mas a gente não perdeu esse hábito. A gente ainda responde tweet, curte foto que a galera posta no Instagram, segue elas...
E já rolou de alguma fã de fora vir falar com vocês?
Michael - Sim, nós temos fã clubes em doze países. Uma vez uma menina do Equador veio para o Brasil só pra ver a gente, ela ficou no nosso hotel em São Paulo só pra nos conhecer.
Igor - A gente tem uns dois mil likes no nosso Facebook que vieram da Indonésia. É louco, é quase uma prova que já vai rolar lá fora.   
Vocês tão sempre na estrada, agora. É bizarro não ter rotina definida? Como funciona o dia de vocês?
Michael - Pra te falar a verdade, eu não sei nem qual é a agenda de amanhã. Não sei nem que dia é hoje! (risos)
Igor - Ah, rotina enjoa.
Jonathan - Eu amo isso. Não existe hora e nem lugar. Todo dia é dia de trabalho pra gente.
Vocês já pensam em planos pro futuro da banda?
Igor - O plano principal é fazer uma tour pelo Brasil. Crescer aqui dentro. Depois que a gente for amado em casa, a gente leva o Brasil lá pra fora.
Michael - Sim, crescer aqui dentro é o principal, depois, quem sabe, passar para América Latina... ganhar alguns prêmios. Mas o maior plano é continuar fazendo música. 

O QUE CADA UM ESCUTA
No P9, cada um tem um estilo diferente, e essa mistura acaba resultando no som da banda. Dá uma olhada no que tem no iPod de cada um dos meninos:
MICHAEL: The Maine, The Kooks, Two Door Cinema Club, MGMT, Arctic Monkeys, Justin Timberlake.
JONATHAN: Kendrick Lamar, Wiz Khalifa, Justin Bieber.
IGOR: Red Hot Chilli Peppers, XX, Pink Floyd, Led Zeppelin, Cazuza.
GUILHERME: Elis Regina, Cazuza, Joss Stone, Justin Timberlake, Los Hermanos.

 

My World Template by Ipietoon Blogger Template | Gadget Review